Editorial

Internet para Todos em 18 meses

16 de Dezembro de 2017 - 05h00 0 comentário(s) Corrigir A + A -

Levar a internet a todos os cantos do Brasil onde o serviço não é oferecido num prazo de 18 meses (um ano e meio). A meta, ousada, foi apresentada pelo ministro da Ciência e Tecnologia, Gilberto Kassab, para cobrir 40 mil pontos sem conectividade em 100% dos municípios do país, através do programa denominado Internet para Todos.

O lançamento oficial será feito em janeiro, quando 300 municípios de São Paulo, Amazonas e Santa Catarina, considerados prioritários, farão a adesão à proposta. Nesses locais, os primeiros pontos devem estar conectados em fevereiro.

Em levantamento realizado pelo Governo Federal foram identificados 40 mil pontos sem internet no Brasil. Em Santa Catarina, por exemplo, são centenas onde o serviço não chega, principalmente nas áreas rurais.

O Ministério da Ciência e Tecnologia explicou como o processo será realizado. O custo para as prefeituras será baixo, mas caberá ao município, na área sem conectividade, selecionar um terreno para que o Governo Federal instale a antena. Além de garantir a segurança desse local, a prefeitura também deverá arcar com as despesas que essa antena vai consumir. Já a Câmara de Vereadores deverá aprovar projeto para isentar a operação da cobrança do ISS.

Atendidas essas três premissas, a cidade estará pronta para que a antena comece a funcionar, e aí qualquer provedor credenciado poderá colocar sua torre e operar. "A tarifa será bem mais baixa que a do usuário comum", declarou Kassab.

Além disso, outro convênio foi assinado, com o Ministério da Educação, para implantar a internet em todas as escolas públicas do país. Em 2018 o sinal deve chegar a sete mil educandários. E um terceiro acordo será firmado com o Ministério da Saúde para que o sinal seja oferecido em postos de saúde e hospitais.



Comentários

Diário Popular - Todos os direitos reservados