Futebol

Reunião com casa cheia

Gilmar começou a discutir o novo Pelotas com sócios, conselheiros e torcedores na Avenida

19 de Junho de 2017 - 21h01 0 comentário(s) Corrigir A + A -

Por: Sérgio Cabral
cabral@diariopopular.com.br 

O presidente do Pelotas, Gilmar Schneider (ao fundo), fala durante reunião realizada na noite desta segunda-feira no estádio da Boca do Lobo (Foto: Tales Leal-Especial/DP)

O presidente do Pelotas, Gilmar Schneider (ao fundo), fala durante reunião realizada na noite desta segunda-feira no estádio da Boca do Lobo (Foto: Tales Leal-Especial/DP)

Até o final da primeira reunião com o comando do presidente Gilmar Schneider, na noite desta segunda-feira (19), nada ficou definido em termos de nomes e cargos para o mandato tampão na Boca do Lobo - só encaminhamentos. Mas o dirigente que está iniciando seu curto mandato no comando do Esporte Clube Pelotas estava bem entusiasmado pela presença de torcedores, sócios, conselheiros e com os seus vice-presidentes, Roberto Larossa e Cláudio Prietsch.

Cerca de 40 pessoas discutiram os interesses do clube no primeiro encontro dos áureo-cerúleos, com a ideia de abrir o clube em todos os seus segmentos. De acordo com Gilmar, o Lobo precisa ser mais consistente em todos os setores, ainda mais na busca de recursos para suportar as dívidas que ele vem resgatando nos últimos anos.

Como os principais objetivos passam por jogar futebol no segundo semestre deste ano e endireitar a administração e as finanças, todos entendem que o Pelotas precisa andar em uma linha reta. “Só assim o áureo-cerúleo poderá acompanhar o processo profissional, com trabalho e muita gente apoiando o clube que é de todos. Tem muita gente querendo trabalhar e ajudar. Mas precisamos resolver todos os detalhes, como cargos e funções, e depois tocar a vida normal no dia a dia. Mas principalmente, tocar o Pelotas com responsabilidade em todos os segmentos”, resumiu.

Como a primeira reunião foi para discutir temas internos e a situação atual, com todos os presentes, o presidente Gilmar entendeu melhor não apresentar nomes e cargos neste encontro inicial, para depois, numa próxima reunião, definir melhor as funções e os departamentos que serão reorganizados e regidos no Lobão.


Comentários


Diário Popular - Todos os direitos reservados