Série B

Um novo Brasil?

Com as suspensões de Leandro Leite, Marlon e Wagner, Rogério Zimmermann terá que mexer bastante na equipe para o confronto deste sábado, às 19h, contra o Vila Nova na Baixada

17 de Junho de 2017 - 10h07 Corrigir A + A -

Por: Vinícius Guerreiro
vinicius.guerreiro@diariopopular.com.br

Rafinha, na partida contra o Londrina, pela segunda rodada da Série B, no estádio Bento Freitas; jogador é o substituto natural de Wagner na noite deste sábado no estádio Bento Freitas contra o Vila Nova (GO) em jogo marcado para as 19h (Foto: Carlos Insaurriaga - Especial DP)

Rafinha, na partida contra o Londrina, pela segunda rodada da Série B, no estádio Bento Freitas; jogador é o substituto natural de Wagner na noite deste sábado no estádio Bento Freitas contra o Vila Nova (GO) em jogo marcado para as 19h (Foto: Carlos Insaurriaga - Especial DP)

Devido a duas mudanças a expectativa é de um Brasil mais técnico quando estiver na bola neste sábado (17), às 19h no estádio Bento Freitas, diante do Vila Nova (GO) pela oitava rodada da Série B do Campeonato Brasileiro.

Itaqui e Breno deverão atuar nas vagas do capitão Leandro Leite e do lateral esquerdo Marlon, respectivamente. Os dois últimos estão suspensos. Wagner é outro que também está fora pelo terceiro cartão amarelo e deverá ser substituído por Rafinha.

Pelo menos na teoria, com Itaqui e João Afonso o Xavante ganhará uma dupla de volantes com maior capacidade na transição ofensiva. Já Breno também é esperança de uma chegada mais qualificada na frente. É um lateral que se sente mais à vontade no apoio que o titular Marlon. Quando utilizado contra o CRB, o jovem lateral acabou atuando de extremo esquerdo. Em relação a Wagner, Rafinha é um substituto natural, já que vinha sendo utilizado como meia centralizado até a estreia do jogador que disputou o Gauchão pelo Caxias. “Maneira natural. A tendência é entrar os jogadores que normalmente entram na ausência dos jogadores que vêm jogando. Fiz isso em alguma vezes por causa do cansaço. Isso vai ser uma rotina. É uma oportunidade que você dá aos outros jogadores. E nisso estamos bem servidos”, despistou Rogério Zimmermann.

Vencer é fundamental para o Brasil retomar a tranquilidade perdida após as duas derrotas na sequência, contra Ceará, sábado passado, em casa, e principalmente contra o Luverdense, no meio da semana, quando o Xavante foi goleado por 4 a 0 na Arena Pantanal. Os resultados negativos pressionam o grupo de jogadores e a comissão técnica - que voltou a ser fortemente contestada pela torcida depois do jogo de terça-feira. "Foi uma atuação preocupante", admitiu o vice de futebol Cláudio Montanelli quarta passada, um dia após a goleada.

Na quinta, a direção se reuniu para uma conversa com o treinador. A tônica teria sido de cobrança. Ainda mais que o Rubro-Negro tem uma sequência complicada nesta série de três jogos que se inicia nete sábado. Após o Vila Nova, visita o líder Juventude em Caxias do Sul e, sábado que vem, recebe o Inter na Baixada - adversário o qual o Brasil é reconhecido como freguês. Se não vencer em nenhum desses três compromissos é bem provável que passe a ocupar na zona de rebaixamento.

Não vai ser fácil
O Vila é o terceiro colocado, com 14 pontos. Não perde há quatro jogos e vem de duas vitórias seguidas. O atacante Wallyson, poupado diante do CRB com dores no pé, poderá retornar. O também atacante Moisés, que ainda não jogou na Série B, será avaliado pelo departamento médico. Ele se recupera de lesão muscular. Ano passado, o time goiano levou a melhor sobre o rival pelotense na Série B - com um empate na Baixada, 2 a 2, e vitória em Goiânia - 3 a 1.

Ficha técnica

Brasil x Vila Nova (GO)

Brasil - Eduardo Martini; Wender, Leandro Camilo, Evaldo e Breno; Itaqui, João Afonso, Bruno Lopes, Rafinha e Elias; Lincom. Técnico: Rogério Zimmermann.

Vila Nova - Wendell; Maguinho, Bruno Prado, Wesley Matos e Gastón; PH, Geovane, Alan Mineiro e Alípio; Mateus Anderson e Marcos Paulo. Técnico: Hemerson Maria.

Árbitro - Rodrigo Batista Raposo.

Local - estádio Bento Freitas, às 19h


Comentários


Diário Popular - Todos os direitos reservados