Ajuda

Atleta pelotense precisa de apoio para lutar no Mundial de Taekwondo

Pai da atleta faz mobilização pela internet para conseguir verba para os custos da competição

15 de Junho de 2017 - 21h00 Corrigir A + A -

Por: Igor Islabão
igor.dias@diariopopular.com.br 

Lutadora faz parte do projeto Quem Luta Não Briga, coordenado pelo professor Rossano Diniz (Foto: Divulgação - DP)

Lutadora faz parte do projeto Quem Luta Não Briga, coordenado pelo professor Rossano Diniz (Foto: Divulgação - DP)

Nesta quinta-feira (15) a atleta pelotense Amanda Caruccio recebeu uma ótima notícia. Ela foi convocada para representar o Brasil no Mundial de Taekwondo. A competição marcada para a cidade de Sharm El Sheikh, no Egito, ocorre no mês de agosto. Entretanto, a convocação - que era para ser apenas uma grande felicidade na vida da jovem lutadora - assusta pelos altos valores financeiros.

O pai da atleta, Giovani Caruccio, está fazendo uma grande mobilização para tornar o sonho da participação no Mundial real. "O que nós podíamos fazer para colocar ela nesta condição fizemos, mas os custos acabam virando uma bola de neve, cada vez maior. Para isso precisamos agilizar passaporte, taxas, inscrições, alimentação, transporte e hospedagem. Contando com a torcida e o apoio de todos criamos uma vaquinha on-line".

A lutadora faz parte do projeto Quem Luta Não Briga, coordenado pelo mestre Rossano Diniz. O projeto tem conquistado excelentes resultados no esporte. Amanda foi bronze no Grand Slam Taekwondo CBTKD 2017, disputado no Rio de Janeiro, e no último domingo ganhou três ouros na Copa Pelotas de Taekwondo.

Para ajudar a atleta pelotense a defender o país e a cidade no Mundial basta fazer a doação na vaquinha virtual. https://abacashi.com/#/p/amanda-caruccio-no-mundial-de-taekwondo-no-egito


Comentários


Diário Popular - Todos os direitos reservados